AVALIAÇÃO DO CANAL RETROMOLAR

𝟓 𝐌𝐎𝐓𝐈𝐕𝐎𝐒 𝐏𝐀𝐑𝐀 𝐈𝐍𝐂𝐋𝐔𝐈𝐑 𝐀 𝐓𝐎𝐌𝐎𝐆𝐑𝐀𝐅𝐈𝐀 𝐄𝐌 𝐒𝐔𝐀 𝐏𝐑𝐀́𝐓𝐈𝐂𝐀 𝐂𝐋𝐈́𝐍𝐈𝐂𝐀  𝟏.𝐈𝐝𝐞𝐧𝐭𝐢𝐟𝐢𝐜𝐚𝐜̧𝐚̃𝐨 𝐏𝐫𝐞𝐜𝐢𝐬𝐚 𝐝𝐚 𝐀𝐧𝐚𝐭𝐨𝐦𝐢𝐚 𝐝𝐨 𝐂𝐚𝐧𝐚𝐥 𝐑𝐞𝐭𝐫𝐨𝐦𝐨𝐥𝐚𝐫: A tomografia ajuda a identificar a presença e a configuração exata do canal retromolar, uma estrutura anatômica variável e nem sempre facilmente visualizada em radiografias convencionais.  𝟐. 𝐏𝐫𝐞𝐯𝐞𝐧𝐜̧𝐚̃𝐨 𝐝𝐞 𝐂𝐨𝐦𝐩𝐥𝐢𝐜𝐚𝐜̧𝐨̃𝐞𝐬 𝐂𝐢𝐫𝐮́𝐫𝐠𝐢𝐜𝐚𝐬: O conhecimento detalhado do canal retromolar pode prevenir complicações […]

3 FATORES QUE INFLUENCIAM NO DIAGNÓSTICO DE FRATURAS

No diagnóstico preciso de fraturas, existem três fatores principais que desempenham um papel vital. Conhecê-los pode fazer toda a diferença na qualidade do diagnóstico e, consequentemente, no tratamento do paciente.

Equipamentos de alta resolução: A escolha do tomógrafo é crucial para obter imagens nítidas e detalhadas. Tomógrafos de alta resolução são altamente recomendados, pois proporcionam maior nitidez e riqueza de detalhes. Além disso, os parâmetros de aquisição devem ser cuidadosamente ajustados, já que protocolos diferentes podem resultar em imagens distintas, mesmo quando realizados no mesmo aparelho.

Artefatos e interferências: Objetos metálicos presentes na área de exame podem gerar linhas que podem ser confundidas com fraturas. Isso é especialmente relevante em odontologia, onde aparelhos ortodônticos, coroas metálicas e outros implantes podem afetar a qualidade da imagem. Além disso, a movimentação do paciente durante o exame pode resultar em imagens desfocadas e de baixa nitidez, comprometendo a precisão do diagnóstico.

Expertise profissional: A experiência e o conhecimento do radiologista e do profissional que solicitou o exame são de suma importância. É fundamental que ambos saibam identificar os sinais indicativos de fratura e distinguir esses sinais de artefatos ou outras imagens que possam parecer similares.

REABSOÇÃO CERVICAL EXTERNA

A Reabsorção Cervical Externa (RCE) representa um desafio diagnóstico singular na odontologia, devido à sua semelhança com diversas outras patologias odontológicas. A tomografia de alta resolução oferece clareza e precisão no diagnóstico diferencial da RCE em relação a outras condições que apresentam características radiográficas similares.

A RCE pode ser confundida com cáries dentárias, particularmente aquelas localizadas na região cervical do dente, devido ao padrão de destruição do esmalte e dentina. Outra condição que se assemelha à RCE é a reabsorção interna, que ocorre dentro da câmara pulpar ou canais radiculares. Diferenciá-las nas fases iniciais pode ser complexo sem a clareza proporcionada pela tomografia.

Lesões traumáticas nos dentes também podem levar a respostas biológicas semelhantes à RCE, assim como doenças periodontais avançadas, que podem apresentar perda de osso alveolar e outras mudanças que se assemelham à reabsorção cervical externa em radiografias convencionais.

Convidamos você, profissional da odontologia, a explorar como nossos serviços de imagem avançados podem enriquecer sua prática clínica e melhorar os resultados de tratamento de seus pacientes.

AVALIAÇÃO PRÉ-CIRÚRGICA DE TERCEIROS MOLARES

A avaliação pré-cirúrgica meticulosa é vital na extração de terceiros molares, e para isso, a tomografia computadorizada de feixe cônico (TCFC) tem se destacado como um recurso fundamental.

A proximidade do dente ao canal mandibular, por exemplo, é uma informação crítica revelada pela TCFC. Essa proximidade pode aumentar o risco de lesão no nervo alveolar inferior durante a extração, um detalhe que as radiografias podem não capturar com precisão.

Além disso, a TCFC pode identificar outras complicações potenciais, como a relação do dente com as estruturas ósseas circundantes, a presença de patologias como cistos ou tumores e até variações anatômicas que podem impactar o planejamento cirúrgico.

A Imagem Radiologia está comprometida em oferecer aos dentistas parceiros a melhor tecnologia em TCFC do mercado, o Tomógrafo Veraview X800 da Morita, para uma avaliação detalhada e precisa, essencial para a excelência nos procedimentos cirúrgicos.

conduto Mésio-Medial na tomografia de Alta Resolução

A tomografia de alta resolução tornou-se uma ferramenta indispensável para o entendimento aprofundado da anatomia dos dentes, em particular no que diz respeito ao conduto mésio-medial (CMM). Esta compreensão detalhada é crucial para o sucesso de tratamentos complexos e procedimentos cirúrgicos. A tomografia de alta resolução nos permite visualizar com precisão as particularidades do CMM. […]

Escaneamento intraoral

Na Imagem Radiologia, estamos sempre na vanguarda da tecnologia odontológica, e o escaneamento intraoral é um exemplo perfeito dessa inovação. Com o escaneamento intraoral, você obtém imagens claras e detalhadas, permitindo diagnósticos mais precisos. As reconstruções tridimensionais são essenciais para planejar e simular tratamentos de forma assertiva, oferecendo um novo nível de detalhamento e clareza. […]

Tomografia de alta resolução na detecção de carcinoma

Durante a Semana Nacional de Prevenção ao Câncer Bucal, é essencial destacar o papel vital da tomografia de alta resolução na identificação de condições sérias, como o carcinoma na região posterior da mandíbula. Recentemente, em um de nossos casos na Imagem Radiologia, a tomografia de alta resolução foi fundamental para detectar um carcinoma nessa região […]

Tomografia no planejamento ptotético e posicionameneto de implantes

O compromisso de devolver ao paciente não apenas a estética, mas também a função e a qualidade de vida, é inquestionável na implantodontia. Mas o que realmente está por trás do sucesso de um implante? A resposta: Planejamento meticuloso e posicionamento preciso. A tomografia tem sido uma ferramenta insubstituível nesse processo. Ao oferecer uma visualização […]

Preservação do nervo alveolar inferior tomografia na implantodontia

Uma das tarefas mais desafiadoras da implantodontia é a colocação precisa de implantes na região posterior da mandíbula. A razão? A proximidade do nervo alveolar inferior. Um erro, mesmo que mínimo, pode resultar em danos permanentes, levando a sintomas como dormência, parestesia ou até dor crônica. Mas, como assegurar a colocação precisa de implantes sem […]

Dor após a endodontia?

A anatomia radicular é uma das áreas mais desafiadoras na odontologia. Mesmo após um procedimento endodôntico meticuloso, não é incomum que alguns pacientes ainda sintam desconforto. A questão que surge é: Por que isso acontece? Os exames convencionais têm seu valor, mas é a tomografia de alta resolução que tem se mostrado uma aliada insubstituível […]